Revelado pelo PDB, Diogo Soares disputa vaga olímpica no Rio de Janeiro

O ginasta piracicabano Diogo Soares e o técnico Daniel Biscalchin estão no Rio de Janeiro para a disputa do Campeonato Pan-Americano de Ginástica, que será realizado no Parque Olímpico da Barra. A competição tem início na próxima sexta-feira (04/06), com as provas da ginástica artística, e termina no dia 13, quando serão finalizadas as disputas de ginástica rítmica e trampolim. O evento é classificatório para os Jogos Olímpicos de Tóquio. Revelação do esporte piracicabano, por meio do PDB (Programa Desporto de Base), oferecido pela Selam (Secretaria de Esportes, Lazer e Atividades Motoras), Diogo treina com Biscalchin há 15 anos.

Diogo iniciou na ginástica aos 4 anos e nunca teve outro treinador

Diogo iniciou na ginástica aos 4 anos com Daniel Biscalchin (Foto: Selam)

“O Diogo se preparou muito bem, sem dores e bastante motivado. Agora é o momento para fazer os últimos ajustes, o ‘polimento’, definindo a série exata com a possível inclusão de alguns elementos. Será um desafio importante e esperamos que ele compita bem”, falou o treinador da Academia Pira Olímpica. A exemplo do que ocorreu com o ginasta, Biscalchin também passou por uma bateria de testes PCR-RT para Covid-19 – todos os resultados foram negativos.

Na ginástica artística, especialidade de Diogo, o Pan renderá duas vagas diretas à Olimpíada para os dois primeiros colocados no individual geral – os resultados saem já nesta sexta-feira. O regulamento, porém, não permite que as vagas sejam preenchidas por ginastas do mesmo país. Os resultados dos atletas que garantiram a presença em Tóquio no último Mundial não serão válidos para a classificação olímpica no evento do Rio de Janeiro. “O Pan será atípico, países como Canadá e Cuba não participarão. Os EUA sempre são favoritos para conquistar uma vaga, mas temos chances”, afirmou Biscalchin.

EXPECTATIVA

Além da classificação individual geral, a competição terá disputas por aparelhos e por equipes. Com duas medalhas nos Jogos Olímpicos da Juventude, o título de campeão brasileiro adulto aos 17 anos e ainda uma prata nas argolas no Mundial Juvenil no currículo, o ginasta piracicabano quer dar mais um salto na carreira. “Desde pequeno, o Daniel sempre trabalhou comigo a parte mental. Na competição, isso é até mais importante do que a parte física. A experiência que eu adquiri contribui muito. Vou tentar fazer o melhor e colocar em prática o que eu treinei, não tem o que inventar”, falou Diogo, que hoje tem 19 anos.

“Participar dos Jogos Olímpicos é o meu sonho desde que comecei no esporte. É claro que a ansiedade existe, os sentimentos de um atleta são iguais aos de qualquer pessoa, mas tenho certo controle mental sobre isso. Estou muito bem preparado pelo meu treinador. A ida dele comigo faz muita diferença, são 15 anos juntos, é a pessoa que eu mais confio. O Daniel me dá um apoio muito forte e, em uma competição tão importante como essa, quanto maior a confiança que você recebe, melhor”, finalizou o ginasta.

Juntos há 15 anos, treinador e atleta discutem estratégias para o Pan-Americano

Dupla estuda estratégias para o Pan




‹ Voltar