Prefeito visita campeões do Jomi e destaca título regional

*Texto e fotos: Leonardo Moniz/Selam

O prefeito Luciano Almeida visitou o Engenho Central nesta terça-feira, 28/06, e se reuniu com representantes da seleção piracicabana que conquistou o título da fase regional dos Jogos da Melhor Idade (Jomi), em Lençóis Paulista. Participaram do encontro o secretário de Esportes, Lazer e Atividades Motoras (Selam), Hermes Balbino, o chefe da delegação Clevis Spada, o chefe do setor de eventos da Pasta, Alexandre Nascimento, as mesatenistas Areadne Aquemi e Maria Mieko e os jogadores de vôlei adaptado Edson Moreto e Paulo Moreto. O Jomi é organizado pela Secretaria de Esportes do Estado de São Paulo. A fase final estadual da competição será realizada entre os dias 8 e 13 de julho, em Pindamonhangaba.

Na reunião com o grupo, o prefeito parabenizou os atletas e destacou o fato da delegação que participou do Jomi ser formada por pessoas ligadas ao esporte de Piracicaba. “Não acreditamos na vitória a qualquer custo, contratando profissionais para atingir os resultados. O que aconteceu em Lençóis Paulista foi diferente, Piracicaba foi representada pelos piracicabanos, pelas pessoas que têm conexão com a cidade. O título nos dá ainda mais a certeza de que temos que incentivar o esporte aqui, principalmente na terceira idade. Agora vamos participar de um evento grande, a fase final estadual. Como esportista, estou muito feliz de ver essa iniciativa dar certo”, afirmou Luciano.

Luciano Almeida visitou representantes da delegação piracicabana campeã do Jomi

Luciano Almeida visitou representantes da delegação piracicabana campeã

O secretário Hermes Balbino também elogiou o comprometimento da delegação piracicabana e frisou a relevância da participação no Jomi, independente do título regional. “É um momento de grande alegria, em que se faz importante valorizar a participação e a oportunidade que tivemos em Lençóis Paulista. Nós acreditamos que o esporte vai além do resultado. A equipe da Selam foi muito comprometida e a delegação nos deixou bons exemplos quanto ao espírito esportivo”, disse.

ESPECIAL

Com uma delegação formada por aproximadamente 120 pessoas, entre elas cerca de 100 atletas da terceira idade, além de dirigentes, equipes de apoio e técnicos, Piracicaba disputou o título da fase regional do Jomi com representantes de mais 31 municípios e em 14 modalidades. No torneio, destinado ao público com mais de 60 anos de idade, a equipe da Selam encerrou a participação com 150 pontos somados, na liderança da classificação geral. A anfitriã Lençóis Paulista ficou em segundo lugar, com 136 pontos, seguida por Botucatu (127). A conquista teve sabor especial também para os atletas.

“Para mim, foi emocionante. Em 2019, os Jogos também foram em Lençóis Paulista e eu tinha 59 anos, então atuava como técnico do vôlei adaptado. Desta vez, a sensação foi diferente: saí do banco e participei na quadra. Como meu irmão (Paulo) e eu conhecemos bem as regras da modalidade, funcionamos como assistentes dos treinadores. Foi bem legal. Além disso, o fato do grupo ser todo daqui de Piracicaba nos deixou mais unidos. A atual gestão formou um time genuinamente piracicabano, sem ‘bancar’ atletas que vinham, jogavam e iam embora. Quem ganhou, ganhou porque é nosso”, falou Edson Moreto, 62, que conquistou o quarto lugar com o vôlei adaptado.

Em conversa com os atletas, Luciano Almeida destacou o comprometimento do grupo

Em conversa com atletas, Luciano Almeida destacou o compromisso do grupo

A mesatenista Areadne Aquemi, 65, vice-campeã no tênis de mesa, segue a linha de raciocínio do colega de delegação. De quebra, ela já está se preparando para a fase final, em Pindamonhangaba. “A fase regional foi muito difícil na minha categoria (60 anos), comparando com anos anteriores. O nível estava mais alto, mas foi muito bom. Na fase estadual será ainda mais difícil, conheço algumas jogadoras que se classificaram de outras regiões. Acredito que terei uma experiência competitiva ótima, confio no meu potencial e vou dar tudo de mim. Já representei Piracicaba várias vezes, desde a infância, e tem um gosto especial. Está no meu sangue”, concluiu.




‹ Voltar