PDB/Selam disputa Campeonato Brasileiro de Ginástica Acrobática

*Texto e fotos: Leonardo Moniz/Selam

A equipe do PDB participa de duas competições nacionais

A equipe do PDB participa de duas competições nacionais no Grande ABC

A equipe de ginástica acrobática do Programa Desporto de Base (PDB), que é desenvolvido pela Secretaria de Esportes, Lazer e Atividades Motoras (Selam), participará pela primeira vez do Campeonato Brasileiro e do Torneio Nacional. As duas competições são organizadas pela CBG (Confederação Brasileira de Ginástica) e acontecem entre os dias 22 e 25 de setembro, em São Caetano do Sul. No total, 16 ginastas do grupo comandado pela professora Maria Dilailça estão inscritos nos eventos – são cinco no Brasileiro, principal campeonato do país na modalidade, e mais 11 atletas no Nacional, torneio que é destinado a iniciantes.

“Nós já participamos neste ano do Campeonato Estadual. Antes, a equipe disputava apenas competições de iniciação. É algo que estávamos buscando há algum tempo, subir o próximo degrau competitivo. Hoje, dentro das especificidades da competição, conseguimos colocar uma dupla feminina no pré-infantil (9 a 15 anos) e um trio no juvenil (12 a 18 anos) no Brasileiro. As competições na ginástica acrobática são divididas por idades e um grupo jovem como o nosso conseguiu, pela primeira vez, montar uma série para participar de um evento do mais alto nível nacional”, disse Maria Dilailça.

O Torneio Nacional tem como objetivo a massificação do esporte

O Torneio Nacional tem como objetivo a massificação do esporte

As ginastas representantes do PDB no Campeonato Brasileiro serão Giovana Santin Soares de Lima, Lívia Maria Ferreira, Sabrina Fernando Andrade, Luana Beatriz Mina de Sant’Ana e Victória Venceslau da Cruz. Já no Torneio Nacional, a equipe piracicabana será representada pelos atletas Henrique Miguel Alves Ferreira, Juliana Grechi Lopes, Beatriz Lopes Batagello, Eline Nalin Dini, Alice Pietrobon Cezarino, Maria Eduarda Rodrigues, Laura Travaglini, Iany Montesuma Lima, Mateus Posse Santos, Heloise do Carmo Ribeiro e Helena Brevigrieli.

OBJETIVO

O objetivo, segundo Maria Dilailça, é que o grupo adquira experiência nas duas competições. “Nós ainda não temos experiência em competições desse nível. Portanto, a vivência será importante. Toda vez que a gente participa de um evento, existe um processo de aprendizagem. No Torneio Nacional, que visa a massificação do esporte, vamos levar as crianças que participaram do Troféu São Paulo, também no nível iniciante. Será uma oportunidade inédita, é a primeira vez que a Selam participa. O sonho de todo atleta é chegar ao nível internacional e esse é o primeiro passo”, afirmou.

A professora destacou a evolução da equipe nos últimos anos, inclusive quando os treinos presenciais foram suspensos devido à pandemia da Covid-19. “Durante a pandemia, os atletas fizeram treinos virtuais com outras equipes do Brasil. Assim, pudemos aprender novos movimentos e foi assim que conseguimos melhorar a qualidade e o aprendizado. Voltamos com uma equipe menor após a pandemia, mas também com uma visão diferenciada sobre o processo pedagógico da ginástica acrobática. A orientação de vários técnicos nos ajudaram na aprendizagem”, completou Maria Dilailça.

A evolução das ginastas ocorreu inclusive durante a pandemia

A evolução das ginastas ocorreu inclusive durante a pandemia com treinos online




‹ Voltar