A Selam

A Selam tem como missão “garantir à população, em seus vários segmentos sociais (crianças, adolescentes, jovens, adultos, 3ª idade, idosos, mulheres, pessoas com deficiência, entre outros), o direito a assistir, participar e a praticar atividades esportivas, motoras e de lazer”.

Surgiu em 1940 como Comissão Central de Esportes, um órgão esportivo representativo da Diretoria de Esportes do Estado de São Paulo (DEESP), atual Secretaria de Esportes, Lazer e Juventude. A DEESP foi criada pelo então interventor federal (governador) do estado de São Paulo, Adhemar Pereira de Barros em 4 de agosto de 1939, visando melhor estruturar e desenvolver o esporte no estado. Tão logo foi criado, o órgão organizou os Jogos Abertos do Interior, principal e mais importante evento esportivo da época, como competição de sua responsabilidade. Esse torneio tornou-se o carro-chefe do governo estadual, pois reunia dezenas de cidades participantes e muitas outras com certeza viriam aderir, após a implantação das equipes de orientação técnica, instalação de núcleos de aprendizado, construção de equipamentos esportivos, com o intuito de expandir e fortalecer o esporte paulista.

Foi então que o Tenente Sylvio de Magalhães Padilha, diretor nomeado para dirigir a DEESP, iniciou o plano de estruturação e adequação dos esportes, dividindo o interior paulista em 29 regiões esportivas e criando 304  Comissões de Esportes.

Assim, em 1940, Piracicaba além de ganhar sua Comissão Central de Esportes foi escolhida como sede da 15ª Região Esportiva, integrada pelas cidades de Capivari, Monte Mor, Rio das Pedras, Santa Bárbara d’Oeste, São Pedro e Elias Fausto. Legalmente constituídas, as comissões iniciaram seus trabalhos, cada qual em seu município, e com o passar dos tempos o elo entre o órgão independente e a municipalidade foi se estreitando até tornaram-se Comissões Municipais de Esporte, posteriormente secretarias. Esse foi início da grande maioria das secretarias de esportes no interior do nosso estado.

Desde sua instituição, a Comissão Central de Esportes de Piracicaba, assim permaneceu durante 25 anos, até tornar-se Comissão Municipal de Esportes – CME, criada pelo então prefeito municipal Luciano Guidotti, através da lei nº 1300, de 4 janeiro de janeiro de 1965. Doze anos se passaram e a CME passou a ser Coordenadoria Municipal de Esportes – Codespor, conforme a lei nº 2293, assinada pelo prefeito João Herrmann Neto, promulgada em 27 de outubro de 1977.

A Codespor dirigiu o esporte piracicabano, até a promulgação da lei nº 3339, de 14 de outubro de 1991, outorgada pelo prefeito José Machado, dispondo sobre a estrutura da Prefeitura Municipal. Através da junção de duas áreas, a referida lei criou a Secretaria de Esportes, Turismo e Lazer, que ficou conhecida como Setel, assim permanecendo mais seis anos.

Em 1997, a lei nº 4253, de 02 de abril, desunificou esporte e turismo que voltaram a ser independentes. O esporte piracicabano passou a ser dirigido pela então recém criada Secretaria de Esportes, Lazer e Atividades Motoras, a Selam.

O Secretário

Pedro Antônio de Mello

Pedro Antônio de Mello nasceu em Piracicaba, no dia 28 de junho de 1952. É casado e pai de dois filhos.

Formou-se em medicina pela Universidade de Brasília (UnB), onde estudou de 1971 a 1976. Especializou-se em pneumologia, com Residência Médica pelo Hospital de Base de Brasília.

Foi secretário de Esportes durante o governo Barjas Negri, de 2005 a 2008 e de 2009 a 2012.

Manteve-se na pasta durante o governo Gabriel Ferrato até 20 de maio de 2013, quando assumiu a secretaria de Saúde, onde permanece até hoje. Em janeiro de 2017, tomou posse novamente como secretário de Esportes.

 




‹ Voltar